Qual o momento certo para comprar e vender Bitcoin?

Cotação Bitcoin: Quer Saber Como Definir o Melhor Momento de Comprar e Vender Bitcoins? Alivie Suas Dúvidas Lendo Este Artigo Que Preparamos P/ Você!

48

Principalmente depois de 2017, quando as criptomoedas sofreram uma grande valorização, comprar e vender Bitcoin se tornou uma prática que tem chamado a atenção de muitas pessoas. No entanto, por ser algo diferente daquilo que a maioria dos investidores estão acostumados, é preciso entender com mais detalhes esse mercado antes de qualquer coisa.

Apenas assim é possível saber, por exemplo, qual o momento certo para comprar e vender Bitcoin, além de entender outros aspectos importantes a respeito dessa criptomoeda tão conhecida atualmente.

Quem buscou conhecimento sobre o Bitcoin e realmente se aprofundou no assunto antes de realizar a primeira compra, conseguiu obter excelentes rendimentos nos últimos anos. Com base nisso, este artigo foi preparado com o principal objetivo de te ajudar a entender mais a respeito desse mercado e, assim, também conseguir ótimos lucros.

Está preparado? Então acompanhe com bastante atenção e leve em conta todas as informações contidas neste artigo na hora de escolher o melhor momento para comprar e vender Bitcoin. Tenha uma boa leitura!

O que é Bitcoin?

Uma das informações mais importante que você precisa entender é que o Bitcoin, assim como o real ou o dólar, é uma moeda. Porém, a grande diferença é que ele é totalmente digital, ou seja, não existe fisicamente. Além disso, essa moeda não é emitida e muito menos controlada por um órgão regulador, como é o caso do Banco Central, por exemplo.

É exatamente por isso que a criptomoeda é considerada descentralizada e não conta com a presença de nenhum intermediador. Para se ter uma ideia, são os próprios usuários que cuidam de todo o sistema, gerenciando as transações e emitindo novas moedas digitais.

Dessa forma, qualquer transação é enviada de pessoa para pessoa através da internet sem a necessidade de um banco, e não existe um limite de quantidade e muito menos fronteiras territoriais – algo que diferencia bastante a criptomoeda do dinheiro que todo mundo já conhece e está acostumado.

Como se tudo isso já não bastasse, o custo para realizar as transações com criptomoedas é muito menor e, portanto, mais vantajoso. Por conta disso, as criptomoedas acabaram facilitando bastante as transações feitas por meio da internet.

Como funciona?

Para conseguir ter acesso ao Bitcoin, você precisa primeiramente comprá-lo. Nesse caso, vale ressaltar que existem algumas opções diferentes. A primeira delas, e a mais segura, é contar com o auxílio de exchanges, muito parecidas com casas de câmbio, só que online. No geral, o papel das exchanges é trocar o seu dinheiro por criptomoedas, intermediando transações entre vendedores e compradores.

Como um exemplo, imagine que você está querendo comprar moedas digitais e para isso procura uma exchange para ajudar. Então, o que ela irá fazer é te conectar com os vendedores, ou seja, com pessoas que estão vendendo Bitcoins, e assim garantir uma transação de forma bastante segura.

Além disso, outra opção para realizar a compra é conhecida como P2P (peer-to-peer ou ponta a ponta). A principal diferença aqui é que não existe uma exchange para ser intermediadora. Sendo assim, a transação é realizada diretamente entre o comprador e o vendedor.

O problema é que é necessário encontrar pessoas de confiança a fim de evitar fraudes e outros problemas. Já imaginou fazer um depósito na conta de alguém e depois não receber as suas criptomoedas? Isso é sim possível nessas situações, por isso é importante ter cuidado.

Vale ressaltar que para vender Bitcoin também é possível contar com as duas opções mencionadas acima, certo? A única diferença é que ao invés de comprar você estará vendendo.

No entanto, independente da maneira como preferir realizar a compra ou a venda de Bitcoin, fique sabendo que as transações realizadas com essa criptomoeda são registradas e compartilhadas com todos os usuários através de um banco de dados chamado de Blockchain.

Tudo com o objetivo de comprovar que elas foram realmente feitas, garantindo assim uma segurança maior para os usuários. Todos os registros contam com a quantia transacionada, a data e o horário da transferência.

Mas, afinal, quando comprar e vender Bitcoin?

Agora que você já sabe como comprar ou vender Bitcoin, é bastante provável que tenha surgido a seguinte dúvida: qual o melhor momento para realizar essas transações? Se está pensando nisso agora, não precisa se preocupar. Afinal de contas, essa é uma pergunta muito comum entre aquelas pessoas que estão pensando em investir em criptomoedas. Portanto, você não é o único, muito pelo contrário.

Mas, será que existe realmente uma época melhor para fazer esses tipos de transações ou será que elas podem ser realizadas a qualquer momento sem nenhum problema? Bom, nesse sentido é importante deixar claro que não há nenhuma fórmula mágica capaz de mostrar que determinado período, por exemplo, é melhor para a compra e outro é melhor para a venda.

Na verdade, é preciso estar sempre acompanhando a cotação da criptomoeda com o objetivo de entender as suas principais oscilações e, com isso, chegar à conclusão de quando comprar e vender Bitcoin.

Todavia, é claro que esse acompanhamento só é possível para quem está inserido há bastante tempo nesse mercado. Afinal, essa pessoa já viu algumas oscilações da moeda digital e, por conta disso, consegue ter uma ideia a respeito dos melhores momentos para realizar as transações.

Por sua vez, se você está começando agora, esse processo é muito mais complicado. Isso porque não haverá como fazer uma comparação e muito menos ter um parâmetro como base.

Contudo, isso não quer dizer que não existem algumas formas de conseguir identificar os melhores períodos, certo? Confira logo a seguir algumas dicas que podem fazer a diferença na hora de escolher o melhor momento para comprar ou vender Bitcoin.

Melhor momento para comprar Bitcoin

No caso da compra, antes de qualquer coisa é preciso saber que o valor da criptomoeda varia todos os dias, e é diferente em cada país. Sabe o que isso significa? É simples: para conseguir fazer um ótimo negócio, é necessário estar sempre acompanhando esse valor e entender o que ele quer dizer.

Conforme explicado antes, não existe uma fórmula mágica para mostrar qual o momento certo de comprar Bitcoin e por isso, uma análise minuciosa é fundamental. Não se esqueça também de estudar de forma aprofundada esse universo a fim de entender melhor como ele funciona e de conhecer as oscilações no valor da criptomoeda.

De maneira resumida, portanto, na hora de comprar Bitcoin, procure entender como a moeda digital funciona – o seu fundamento, os problemas que ela propõe resolver no mundo financeiro, a facilidade de uso para transferências de dinheiro e a sua razão de existir – e como ela pode desvalorizar ou valorizar, estude as suas variações a curto e longo prazo.

Para finalizar, não deixe também de conversar com pessoas mais experientes no assunto e que sabem um pouco mais a respeito do melhor momento para comprar Bitcoin, isso é algo importantíssimo. Procure oportunidade de ir aos eventos que acontecem em sua cidade e tem o Bitcoin como assunto alvo. Conecte-se com comunidades ativas que tratam o assunto.

Melhor momento para vender Bitcoin

Por sua vez, quando o assunto é vender Bitcoin, é preciso ter ainda mais cuidado para não acabar com nenhum prejuízo. Com certeza você não quer vender algo por um valor menor do que comprou, não é mesmo? Com base nisso, saiba desde já que assim como no caso da compra também não há uma fórmula pré definida capaz de indicar o melhor momento para a venda. Tudo dependerá diretamente do valor da compra, de tentativas e erros e dos conhecimentos adquiridos ao longo do tempo.

Uma boa dica nesse sentido é olhar os períodos de valorização e procurar entender se o crescimento continuará ou não. Em outras palavras, isso quer dizer interpretar as tendências desse mercado.

Você pode seguir todas as dicas que foram dadas quando o assunto era a compra de Bitcoin. Apenas não se esqueça de que a compra geralmente é realizada quando o valor da criptomoeda está mais baixo. Já a venda é feita quando esse valor está em alta.

Como deu para perceber, realmente não existe nada definido a respeito do melhor momento para comprar ou vender Bitcoin. Entretanto, com o passar do tempo e com o aumento dos conhecimentos e da experiência, você notará uma facilidade muito maior de identificar os melhores períodos para realizar cada uma das transações.

Dicas para investir em Bitcoins

Depois de ter conferido várias informações importante sobre o momento certo para comprar e vender Bitcoin, nada melhor do que ficar por dentro de algumas dicas fundamentais para investir nessa criptomoeda. Afinal, além do melhor período para realizar as transações, existem muitos outros fatores que precisam ser levados em consideração para que o investimento tenha de fato bons rendimentos.

Continue acompanhando para saber mais.

Conheça como o mercado funciona

Isso é algo essencial em qualquer tipo de investimento. Nada melhor do que conhecer detalhadamente o mercado no qual você está investindo a fim de evitar surpresas desagradáveis ao longo do caminho.

Como já explicado bastante anteriormente, o valor do Bitcoin sofre oscilações com o tempo de acordo com a oferta e a demanda – é claro que essas oscilações eram muito maiores antes, porém elas ainda acontecem e por isso é exatamente importante conhecê-las.

Levando isso em consideração, antes de colocar em prática o seu investimento, estude mais a respeito desse assunto e tente entender quando o interesse pela criptomoeda geralmente está maior e quando o volume de ofertas é mais alto.

De qualquer forma, tenha sempre em mente que como o Bitcoin não é uma moeda regulada por nenhuma instituição, o seu valor depende exclusivamente dos negócios realizados entre os investidores.

Invista com regularidade

Falando ainda sobre as oscilações de preço sofridas pelo mercado, vale ressaltar que uma das melhores maneiras de se proteger ao máximo de grandes mudanças de preços é investindo aos poucos e com regularidade. Ao fazer isso, você conseguirá reduzir bastante os riscos da variação da criptomoeda.

Sendo assim, o recomendável é nunca realizar um grande investimento e depois não fazer mais nada. Se tem uma quantia destinada para isso, opte sempre por começar com pouco e manter uma frequência. Além de aumentar a duração do seu investimento, você também terá mais chances de fazer grandes negócios.

Entenda seu perfil de investidor

Dentro do mercado de criptomoedas, geralmente existem dois tipos básicos de investidores. O primeiro deles é composto por aquelas pessoas que estudam a fundo o assunto e acreditam na tecnologia. Dessa forma, os investidores que compõem esse grupo já investem sabendo que as criptomoedas são tão revolucionárias que podem render altos lucros a longo prazo.

Por sua vez, o segundo tipo de investidores estão acostumados com os mercados financeiros tradicionais, como é o caso da Bolsa de Valores, e por isso realizam análises técnicas e gráficas com o objetivo de entrar e sair do mercado em um curto prazo, conseguindo apenas pequenos rendimentos em cada transação.

Pensando nisso, você precisa parar e analisar para saber qual é o seu perfil de investidor antes de fazer comprar e vender criptomoedas. Entender de fato isso é de suma importância para obter os melhores rendimentos possíveis levando em consideração o tipo de investimento que deseja fazer.

Invista com segurança

O mercado de Bitcoin, assim como qualquer outro, está repleto de pessoas mal intencionadas e que desejam apenas tirar vantagens, principalmente de quem ainda não possui tanto conhecimento no assunto. Por isso, o recomendável é sempre contar com o auxílio de uma exchange no momento de realizar as suas transações, seja de compra ou de venda de criptomoedas.

Ao ter essa intermediária no processo, as chances de sofrer alguma fraude ou outro tipo de problema nesse sentido são praticamente nulas. Resumidamente, portanto, você investirá com uma segurança muito maior. Entretanto, para isso é necessário encontrar uma exchange de confiança, certo? Sendo assim, pesquise bastante e procure por recomendações.

Conseguiu entender qual o momento certo para comprar e vender Bitcoin, e como investir nesse mercado da melhor maneira possível? Com todas as informações que foram passadas acima, com certeza o seu conhecimento a respeito das criptomoedas aumentou de forma significativa e você já está ainda mais preparado para começar os seus investimentos. De qualquer forma, não deixe de contar com a ajuda de especialistas na área para realizar todas suas transações. Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais!

Comentários estão fechados.