Como faço para comprar Bitcoin no Brasil?

Veja Como Comprar Bitcoin No Brasil! Descubra o Melhor Momento para comprar Bitcoin e mais informações sobre a criptomoeda no blog da Braziliex!

179

Também conhecido como criptomoeda ou moeda digital, o Bitcoin está fazendo cada vez mais sucesso no mundo todo, inclusive no Brasil. Criada com o objetivo de revolucionar o dinheiro tradicional, assim como a forma de negociar online, a moeda digital já é uma excelente opção para diversificar a carteira. Não é por acaso que muitas pessoas estão querendo saber como comprar Bitcoin, vender e até mesmo ajudar o sistema a colocar mais moedas em circulação.

Contudo, um dos principais problemas é que muitas dessas pessoas ainda não entendem exatamente como a criptomoeda funciona. Por mais que não seja difícil comprar Bitcoin no Brasil por meio de exchanges – na verdade é algo bem simples –, antes de realizar a transação é preciso entender um pouco mais sobre a moeda.

A boa notícia é que este conteúdo foi preparado exclusivamente para te ajudar em todo esse processo. Sendo assim, além de conferir como comprar Bitcoin e algumas dicas importantes relacionadas a isso, você também ficará por dentro de diversas outras informações que precisa levar em conta antes de comprar Bitcoin. Acompanhe e saiba tudo sobre o assunto!

O que é Bitcoin e quando surgiu?

Para começar, vale ressaltar que o Bitcoin é uma moeda, assim como o dólar ou o real, por exemplo. Entretanto, diferente do dinheiro de papel, o Bitcoin é virtual, ou seja, não existe fisicamente. Além disso, outra diferença entre a criptomoeda e o dinheiro que você utiliza no dia a dia, é que sua emissão não é controlada por nenhum órgão regulador, como é o caso do Banco Central.

A produção da moeda digital ocorre de forma descentralizada através de milhares de computadores e de um processo conhecido como mineração. Por conta disso, é possível realizar transações sem limites de quantidade, sem fronteiras territoriais e com taxas muito mais acessíveis do que uma transação comum feita com a moeda fiat.

Para se ter uma ideia, essa é a primeira rede de pagamento descentralizada, onde os próprios usuários gerenciam o sistema, sem precisar do intermédio de nenhuma instituição.

Em relação à criação, o Bitcoin surgiu ainda em 2008. É isso mesmo, ele já está no mercado há mais de 10 anos, ao contrário do que muitas pessoas imaginam. Porém, o seu criador de fato nunca foi identificado, a única coisa que se sabe é o seu pseudônimo: Satoshi Nakamoto – podendo ser, inclusive, um grupo de pessoas e não somente uma.

De qualquer forma, o importante mesmo é saber que o Bitcoin funciona sem interrupções desde a sua criação e até hoje, apesar do surgimento de outras criptomoedas, é o nome mais reconhecido desse universo.

Quem emite os Bitcoins?

Conforme explicado anteriormente, não existe uma instituição por trás dessa moeda digital responsável por emiti-la. O processo pelo qual o Bitcoin entra no mercado é bastante parecido com aquele que ocorre com o ouro, por isso é conhecido também como mineração. Sim, tanto o ouro quanto a criptomoeda são obtidos através da “mineração”, mas é claro que de formas diferentes. A relação entre as duas formas de “extração” é apenas simbólica. Veja:

Primeiramente, para minerar Bitcoins é necessário ter um computador com um poderoso sistema operacional – já existem alguns criados exclusivamente para isso – e conectá-lo em rede a um conjunto de outros computadores. No entanto, o processo em si é um pouco complicado e por isso o mais recomendável é entender como comprar Bitcoin diretamente de uma exchange, algo muito mais prático e rápido – você irá conferir isso a seguir.

Qual a melhor época para comprar Bitcoin?

Antes de saber exatamente como comprar Bitcoin, você precisa entender se existe uma época melhor para realizar essa transação ou se ela pode ser feita a qualquer momento sem nenhum problema. Nesse caso, a principal dica é acompanhar sempre a cotação da criptomoeda a fim de encontrar o melhor momento para a compra.

Se você já está fazendo isso há um tempo, deve ter percebido a evolução dos preços da moeda digital, não é mesmo? Apesar de algumas pequenas oscilações, a expectativa em torno do preço são as melhores possíveis.

Dessa forma, não deixe de realizar um acompanhamento diário com o objetivo de começar a compreender mais a fundo a cotação do Bitcoin e, com isso, fazer a sua compra quando considerar o melhor momento.

Como comprar Bitcoin?

Agora chegou a hora que você tanto esperava: entender de fato como comprar Bitcoin. Se está achando que é um processo complicado, pode ficar tranquilo. Ao contrário da mineração, comprar Bitcoin através de exchanges é algo realmente muito simples. Para falar a verdade, é muito mais fácil realizar essa compra do que investir em ações ou até mesmo abrir contas em um banco, por exemplo.

Em primeiro lugar, é importante saber que a compra de Bitcoin, como já mencionado algumas vezes, acontece principalmente em sites conhecidos como “exchanges”. No geral, esses sites nada mais são do que plataformas de negociação, ou seja, compra e venda de criptomoedas.

Além disso, o melhor de tudo é que a compra é realizada por transferência bancária. Em outras palavras, você troca o seu dinheiro em Reais por Bitcoin.

Hoje já existem diversas exchanges no Brasil disponíveis para comprar Bitcoin, e esse é um dos motivos que torna a transação algo mais simples. Afinal, você não precisará procurar muito para encontrar uma boa exchange.

De qualquer forma, tome sempre bastante cuidado com qualquer tipo de serviço oferecido pela internet que envolva dinheiro, certo? Olhe se o site em questão é seguro e procure também a avaliação de outras pessoas que já utilizaram ele a fim de conseguir decidir se é realmente o melhor ou não.

Após ter entendido tudo isso, veja a seguir o que fazer então para comprar Bitcoin no Brasil.

Escolha a exchange de Bitcoin e abra uma conta

Como você já deve ter imaginado, o primeiro passo a ser dado para comprar a sua criptomoeda é escolher a exchange, ou a corretora como também é conhecida. Essas exchanges são sites responsáveis por realizar a intermediação entre duas pessoas: aquela que quer comprar e quem deseja vender. Isso torna as negociações mais rápidas e, principalmente, seguras.

No momento de escolher a melhor para o seu caso em específico, é fundamental levar alguns fatores em consideração, são eles:

Qualidade e tempo de atendimento às demandas enviadas por ticket;
Tempo em que uma transação de saque ou depósito leva para ser concluída;
Avaliação e feedback do público em redes sociais;
Quantidade de criptomoedas negociadas durante o dia (liquidez);
Taxas de negociação justas e de acordo com o praticado no mercado.

Depois de ter considerado todos esses aspectos e decidido por qual exchange optar, tudo o que você precisará fazer é acessar o site dela, abrir uma conta e enviar todos os documentos que forem solicitados (RG, comprovante de residência e foto, por exemplo) corretamente.

Faça um depósito

Assim que abrir a conta, você precisará realizar um depósito nela com o objetivo de começar as suas compras. Mas, não precisa se preocupar com isso, afinal o depósito é feito em Reais (BRL) e geralmente pelo próprio aplicativo do seu banco. Um dos únicos requisitos é que a conta esteja no seu nome. Caso contrário, é bastante provável que a exchange não aceite o seu depósito.

Feito isso, é preciso aguardar um tempo – ele varia em cada lugar – para que a exchange confirme e credite o saldo na sua nova conta. Então quer dizer que ao confirmar a transação você já terá comprado seu Bitcoin? Não, você somente creditou Reais na conta da corretora, é a partir de agora que realmente comprará a criptomoeda.

Compre Bitcoins

Por fim, com o saldo em Reais creditado em sua conta da exchange, é hora de procurar alguma opção no site escrita “comprar Bitcoin” e clicar nela – lembrando que pode estar escrito de forma diferente, mas isso não importa. O próximo passo então é digitar o valor em Reais a ser gasto na operação de compra de Bitcoin e confirmar a transação.

Viu só como tudo é bastante simples? Felizmente, a maioria das exchanges possui um sistema de compra fácil e intuitivo, tudo com o objetivo de te ajudar ao máximo nesse momento. Portanto, se você achava que comprar Bitcoin era algo muito complicado, já conseguiu perceber que não é, muito pelo contrário.

Todavia, mesmo já sabendo como realizar a compra, ainda existem outras informações essenciais sobre essa criptomoeda. Continue acompanhando para saber mais.

Valorização da moeda

Da mesma forma como acontece com a maioria das moedas, o Bitcoin também possui uma valorização, por isso a sua cotação acaba variando diariamente. Afinal de contas, ele segue as leis de mercado: quanto maior a procura, maior a cotação.

Hoje a criptomoeda, principalmente por conta da quantidade de pessoas interessadas, está passando por um momento de valorização, no entanto isso não aconteceu sempre.

Para se ter uma ideia das grandes oscilações que já ocorreram, no começo de 2013 um Bitcoin valia cerca de US$ 13, e em novembro do mesmo ano ele passou a valer US$ 1.000. É exatamente por isso que o Bitcoin é considerado um investimento de alto risco e, portanto, destinado àquelas pessoas mais arrojadas.

De qualquer forma, é claro que todo investidor pode apostar no Bitcoin sem nenhum problema, desde que já entenda essas questões antes. Se você for mais conservador, por exemplo, nada te impede de entender melhor o mercado e de realizar um investimento em criptomoedas. O importante é estar sempre acompanhando as possíveis flutuações.

Onde deixar os Bitcoins?

Depois de comprar Bitcoins, é necessário saber onde guardá-los, certo? Afinal de contas, não é possível colocá-los em uma conta bancária e muito menos guardar na sua carteira já que a moeda é totalmente digital. Pois então fique sabendo que o lugar para armazenar as criptomoedas também é conhecido como carteira, a grande diferença é que, assim como a moeda, ela é digital.

Além disso, existem diferentes tipos de carteiras digitais capazes de oferecer aos usuários várias opções de acesso, armazenamento e segurança. As principais são: desktop, dispositivos móveis, hardware e papel.

Cada usuário, portanto, escolhe aquela que considerar melhor para o seu caso em específico. Apesar disso, você precisa entender que a carteira digital não armazena tecnicamente os Bitcoins. Na verdade, ela conta com chaves privadas, as quais são fundamentais para acessar seu endereço onde estão as criptomoedas e, assim, conseguir realizar transações.

Para quem não sabe, essas chaves digitais são necessárias para assinar qualquer transação que envolva as criptomoedas. Por isso é essencial guardá-las a fim de conseguir acessar sempre os seus Bitcoins.

Segurança acima de tudo

Essa chave que foi mencionada acima pode ser facilmente comparada com as senhas de cartões de crédito ou débito. Pensando nisso, é algo que nunca deve ser passado para nenhuma pessoa. Caso contrário, as suas criptomoedas não estarão totalmente seguras.

Além disso, outra coisa importante quando o assunto é segurança é criar uma combinação difícil e exclusiva para as transações com Bitcoins. Ou seja, o ideal é não pegar uma senha já existente e muito menos utilizar a mesma combinação criada para o Bitcoin em outras situações.

Não se esqueça de que essa chave estará dentro da sua carteira digital, com base nisso, protegê-la da melhor forma é realmente muito importante para evitar possíveis fraudes e problemas.

Como deu para perceber, portanto, existem muitas coisas a serem levadas em consideração antes de comprar Bitcoin, não é mesmo? Por mais que seja um processo bastante simples, entender o mercado de criptomoedas antes de qualquer coisa faz toda a diferença.

No entanto, agora que você já sabe todas essas informações sobre a criptomoeda, o que está esperando para realizar a sua compra? Conforme foi mencionado, esse mercado está crescendo e a expectativa é que continue assim, principalmente por causa da quantidade de investidores interessados nele.

Então é simples: escolha uma corretora, crie uma conta, faça um depósito e, por fim, compre o Bitcoin. Não há nenhum segredo.

Tem mais alguma dúvida sobre como comprar Bitcoin no Brasil? Então basta entrar em contato conosco agora mesmo para que possamos te ajudar. Assim, você já conseguirá realizar a sua compra sem nenhuma dificuldade.

Comentários estão fechados.